A Tradição – o Ayurveda

Escrito em: 29 de Fevereiro de 2016 por Gisele de Menezes

O que é tradicional para um povo que monta sua cultura com influências de diversos povos e remonta um cenário multicultural?

A pergunta acima quer chamar à reflexão sobre o momento de Agora no Brasil, ao que diz respeito ao Ayurveda – A Ciência da Vida! Esta ciência que por milhares de anos se mantém incorruptível, pois foi divinamente recebida.

Pois bem, praticantes, estudiosos, terapeutas, médicos, agentes, apaixonados e diversas categorias profissionais somando muitos adeptos em todas as partes deste continente estão intentando regulamentar a profissão de Terapeuta Ayurveda no Brasil. Afinal o Ayurveda é generoso e está Aqui!

Tudo está em curso e nossos mestres com reconhecimento e apoio internacional estão a frente deste ato. Em breve, enquanto uma grande comunidade, saberemos quais serão os próximos passos e até que saibamos, seguimos nossa prática diária.

A prática diária, a forma como transitamos por ela é o que nos mantém ligados ao Ayurveda. Ayurveda não é um negócio, não é uma receita, não é uma religião. Ayurveda é um estilo de vida que nos exige fazer escolhas saudáveis abrindo mão de hábitos nocivos. Sobre hábitos nocivos podemos enumerar uma série, entretanto vou aqui colocar algumas práticas positivas, pois a proposta deste texto é a reflexão. O leitor pode entender que o oposto ao exposto é o que não auxilia à manutenção da saúde.

  • acordar cedo
  • fazer sua limpeza
  • respirar com atenção
  • parar para uma reflexão silenciosa
  • alongar e cuidar do corpo que lhe manterá ao longo deste dia e por toda a sua vida
  • alimentar-se de forma saudável e não violenta, em silêncio, harmonia e gratidão
  • servir à manutenção da prosperidade da sua vida sem ser violento com a vida alheia, com respeito e gratidão
  • durante o dia, estar atento às necessidades básicas do corpo biológico, não envenenado seu corpo nem dificultando suas funções metabólicas
  • viver em harmonia com a comunidade, pois a saúde da comunidade refletirá em sua própria saúde
  • recolher-se ao final do dia para após cuidar da limpeza e manutenção de seu corpo e sua casa, dormir em horário adequado e fazer esta “retirada” com gratidão e alegria.

 

O Ayurveda é uma ciência abrangente e pode ser estudado e praticado amplamente!

 

Mas… E a regulamentação? Como isso será feito se não é parte de nossa tradição e nem parece ter muito espaço para desenvolver-se em um cenário carnavalesco, boêmio, pervertido, mecanicista, virtual, violento e individualista?

Aqui fica a dica de uma estudante e praticante – Estejamos atentos ao que fala aos nossos corações!

Em breve teremos uma regulamentação e isso nos protegerá. Teremos definições para a área de atuação dos terapeutas Ayurveda e principalmente critérios rigorosos para cursos que formam novos terapeutas. Portanto, por hora, ao buscar o Ayurveda, é importante que saibamos se aqueles que estão nos ensinando essa tradição tem uma longa caminhada em Ayurveda, prática e reconhecimento.

Aqui deixo alguns links da frente parlamentar que está fazendo este movimento, do deputado federal que representa nossa voz hoje clamando pelo Ayurveda no Brasil. E aqui também os links de duas escolas de Ayurveda no Brasil, com as quais tenho caminhado. AUM!

http://www.camara.leg.br/internet/deputado/Frente_Parlamentar/53395.asp

http://giovanicherini.com

http://www.escolayogabrahma.com.br/

http://www.naradeva.com.br/

 

 

Saiba mais:

Tags:

2 comentários em: A Tradição – o Ayurveda

  1. Radha Sil Nicotari: 12:10hs de 29 de Fevereiro de 2016

    Linda, que interessante!!
    Agradeço pela notícia e informações.
    Gostaria de trocar mais contigo!
    Um gde abraço de luz
    Namaste
    Radha

    Responder

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados com *

  • Etiquetas