Conhece-te a Ti Mesmo – A Sinergia do Universo

Escrito em: 8 de Agosto de 2008 por Gisele de Menezes

Na Grécia primitiva, no templo de Apolo, na cidade de Delfos, esta era a máxima do Oráculo.

Ó homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo.

No século V a.C. o filósofo Sócrates era considerado pelo Oráculo, o homem mais sábio da época e interpretou essa máxima assim: ” A vida não examinada não merece ser vivida”.

Nietzsche, filósofo alemão do século XIX d.C. disse: ” Na origem de nossas buscas, o que o oráculo proclama é: “Conhece-te a ti próprio”, para ele, os símbolos apontavam para a libertação do “Eu”. No final do século XX, a máxima passou a ser interpretada como: ” sabes de onde vens, pois o passado não pode ser destruído, sendo portanto conhecido”.

Esta antiga máxima helênica, tem diferentes significados em diferentes épocas e sendo eterna, está aberta para novas interpretações.

Compartilho com meus leitores este entendimento abaixo, apoiada na cosmologia Tântrica.

” Bioquimica e energeticamente, o corpo é um sistema delicadamente equilibrado de voltas de realimentação conectadas, onde a mudança na função de apenas um tecido rapidamente causa alterações em todos os outros tecidos, órgão e sistemas. Mude uma partícula subatômica em um tipo de átomo, e você transformará o átomo em algo diferente. Mude um átomo em uma molécula e você transformará a molécula. Mude a molécula e você transformará a célula, o tecido, o órgão e todo o equilíbrio funcional do corpo”.

Qualquer mudança mesmo no nível mais sutil de nosso ser, será, por fim, refletida em todos os níveis, até o mais bruto. Reciprocamente, nehuma mudança pode ocorrer no nível bruto sem causar alterações que ecoam até o nível mais sutil. Em todas as dimensões, ao longo de cada vetor de possibilidade, ao longo de cada nível de organização, o corpo humano, o corpo da Natureza e o corpo do Cosmos são sinérgicos. Sinergia é uma base da lei universal, uma lei que é fundamental na Inteligência Divina subjacente à criação. Como a Gita revela: “Deus se torna a criação”.

O GIRO ou Guna

A DISTÂNCIA GIRA A NOSSA VOLTA

Medite em você. Ali, aqui, ou acolá, como no Cosmos, encontrarás Deus. Ao encontrar Deus, perceberás que Deus é aquele que encontrou.

Que a Paz seja com todos!

AUM!

Saiba mais:

Tags:

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  • Etiquetas