Arquivos da Tag: 2012

Encerramento do Ciclo – 21 de dezembro de 2012

Escrito em: 27 de Novembro de 2012 por Gisele de Menezes

Quantas coisas acontecendo, quantas opiniões circulando, quanta expectativa e lá se vai o Presente! O Presente sempre foi e sempre será o Aqui e Agora. O que está acontecendo Agora é que estamos todos ligados em Tempo Real sem podermos mais nos isolar do Todo! Essa possibilidade deve ser conduzida com equanimidade, mestria e cautela. Esse é o momento para as melhores ações. Temos de nos esforçar para que os últimos apelos do “Velho Tempo” não nos desviem do caminho que se abre nesse Tempo Dourado. O Silêncio é nosso melhor abrigo, é um lugar escuro onde facilmente percebemos um singelo raio de Luz. Está dentro de nós e abriga uma Paz Perene que conhecemos pouco, mas que ao menor contato nos entregamos sem restrições. Nesse espaço silencioso podemos escolher o melhor e propagar vitoriosos nossas escolhas. Gostaria de compartilhar a mensagem abaixo, de Mathias Stefano Nos dias entre hoje e 9 de dezembro de 2012, você vai sentir, de forma cada vez mais potente, o culminar de aderência energética e a aceleração do tempo durante a travessia da Terra por uma ponte de Einstein-Rossen. Você vai notar, também, o chamado do coração para a sua vida se desenrolar conforme os … Ver mais…

“O Mundo Não Vai Acabar, Ele Será Transformado”

Escrito em: 16 de Março de 2012 por Gisele de Menezes

Assunto: Sacerdote Maia diz: “Estão fazendo interpretações equivocadas sobre 2012” Carlos Barrios, ancião Maia e Ajq’ij (um padre cerimonial e guia espiritual) do clã da Águia. Carlos iniciou uma investigação nos diferentes calendários circulando por aí. Carlos junto com seu irmão Gerardo estudou com muitos professores e entrevistaram cerca de 600 anciões Maia para ampliar sua área de conhecimento. Carlos descobriu rapidamente que existem várias interpretações conflitantes dos hieróglifos maias, petróglifos, dos livros sagrados de ‘Chilam Balam’ e de vários textos antigos. Carlos disse palavras fortes para aqueles que podem ter contribuído para a confusão: Carlos Barrios: “Antropologistas visitam os locais do templo e leem as inscrições e inventam histórias sobre os Maias, mas eles não leem os símbolos corretamente. É apenas sua imaginação. Outras pessoas escrevem sobre a profecia em nome dos Maias. Eles dizem que o mundo vai acabar em dezembro de 2012. Os anciões maias estão bravos com isto. O mundo não vai acabar. Ele será transformado.” “Nós não estamos mais no Mundo do Quarto Sol, mas ainda não estamos no Mundo do Quinto Sol. Este é o Tempo no meio, o Tempo da transição. Enquanto atravessamos a transição há uma colossal  convergência global de destruição ambiental, … Ver mais…

Bandeira da Paz – Ano Novo Maia – dia-fora-do-tempo

Escrito em: 11 de Fevereiro de 2012 por Gisele de Menezes

    Passado, Presente e Futuro, guardados pelo círculo da Eternidade. Religião, Arte e Ciência, protegidos pelo círculo da Cultura. Estar no Oriente e a cada dia interagir com a cultura local, me faz pensar sobre: Onde é o Oriente? Se o povo do Norte do Oriente como os mongois ou ladaks são tão iguais ao povo do Ocidente como os índios americanos ou os bolivianos, então onde aconteceu a separação? Nossa idéia de separação é mais desastrosa do que podemos imaginar. No Oriente, ao conviver com muçulmanos, hindus, budistas e ladaks, ao escutar seus cânticos e sentir Amor em todas as crenças, sempre lembrava da Bandeira da Paz. Ficava extasiada ao escutar o canto que saia das mesquitas muçulmanas em vários horários do dia e noite.  O som dos gonpas tibetanos é igualmente divino e se parece muito com o som dos xamãs da Sibéria. Enfim, todos cantam a “boa nova”, todos acreditam em dias melhores, todos sofrem com este final de ciclo tão escuro e cheio de medos. Poderíamos estar unidos! Poderia a Bandeira da Paz cumprir sua função de proteger todas as Artes, Religiões e Culturas! Mas uma bandeira pode apenas lembrar os homens. E por que os … Ver mais…

O Número 13 e o Tempo

Escrito em: 13 de Março de 2011 por Dragao Solar

De todos os instrumentos de medição que a humanidade usa, o mais aceito sem nenhum tipo de restrição é o atual calendário gregoriano! Como iniciou-se esta medição? – No ano 3113 a.C., no antigo Egito, em um momento limitante da história da humanidade, dividiram um círculo em doze partes de 30 graus cada e adicionaram mais 5 graus para fechar um ano solar de 365 dias. A partir daí, iniciou-se a contagem do Tempo tridimensional. Sobre esse assunto, podemos recolher mais informações no Manual dos Magos da Terra – Dr Jose Argüelles. A última e atual versão deste “brilhante” calendário, foi instituída pelo papa Gregório XIII e, daí, a denominação calendário gregoriano. Este calendário hoje, rege a vida sócio-econômica de todo o Planeta. O que não se leva em conta, é que o Tempo não pode ser comprimido em um espaço tridimensional. Que esta maneira densa de contar uma pulsação sutil, pode ter criado todas as nossas desarmonias. Uma maneira simples, lógica e natural de contar o Tempo é através das Luas. Temos 13 luas de 28 dias cada durante um ano ou anel. Isso equivale a 364 dias e, o dia que sobra, é para sincronizar o movimento da Terra com … Ver mais…

Estar no Eixo

Escrito em: 23 de Maio de 2010 por Gisele de Menezes

Estar no eixo, este foi um dos apelos que um Mestre fez há algum tempo atrás. Ele chegou até ali, porque me ofereci como um canal de cura. Ele veio através de um atendimento e após receber permissão para falar, explicou que muitas almas desencarnariam e que seria preciso retidão e fé. Disse também que os jovens estavam usando muito mal a energia sexual e que isso nos faria sofrer muito. Pediu para cuidarmos e respeitarmos todas as formas de vida do Planeta, disse que deveríamos valorizar desde uma formiga até um micróbio. Agora é o momento onde todos podemos soltar nossos apegos, medos e abrir nossos corações. Deixemos a Luz Espiritual descer do alto de nossas cabeças e inundar nosso ser com Luz cristalina. Vamos reconhecer tudo como Luz de Amor Universal. Elevemos nossa sagrada energia sexual. Como taças receptoras, vamos receber a Luz. O tempo é chegado e o Planeta se abre para um novo ciclo. Isso nos custará alguma dor, mas o Mestre antes de partir ainda falou: Não tem peso, não tem dor, cuidado com o ego. Que a Paz esteja com todos!

  1. Páginas:
  2. 1
  3. 2
  • Etiquetas