Arquivos da Tag: Cura Planetária

Canalização para Agora

Escrito em: 22 de Maio de 2010 por Gisele de Menezes

Recebi assim… ” Os critais da Mãe Terra estão sendo ativados novamente! E de igual em nós. Como cada ponto de poder no globo está sendo ativado, somos aparados neste processo e trabalhados com energias de lua de cores, sons e frequências diferentes. Cada uma desempenha um processo diferenciado na Terra e nas membranas de nossas células, chegando no núcleo! Cada intenção de desenvolvimento e evolução nossa, é uma expansão para o Campo Zero Cristalino, que é justamente este que se forma no campo magnético da Terra (5ª dimensão). Em essência é a unificação da dualidade física na coerência etérica. Combina a mente objetiva com a natureza cristalina da supersubconsciência ou Mente de Deus, num processo que sempre objetiva a INTEGRIDADE E A UNIDADE. Através da fusão das energias do masculino e feminino e do perfeito equilíbrio do três pricipais pontos energéticos em nós (base, coração e coroa)., acolhemos a fluidez da Unidade, da sincronicidade na realidade… Consolidadmos a Verdade, o Amor, consolidando em nós o fogo do coração, da cabeça e da base. O Fogo essencial e ascensional, cujo objetivo é despertar a kundalini. Juntando o fogo sagrado do coração, da cabela e radiante da coroa, nos transformamos em … Ver mais…

Mulheres Grávidas – Parto Natural – Usinas Hidrelétricas

Escrito em: 22 de Março de 2010 por Gisele de Menezes

Como mãe e mulher, pensei em auxiliar as futuras ou recentes mamães e também dividir com mamães e vovós, um pouco do meu entendimento. Afinal mulheres grávidas aprendem com a inteligência superior de suas barrigas crescendo, com pequeninos seres cheirosinhos lá dentro. Se eu pudesse interferir de alguma forma na vida de outras mulheres, escolheria o poder para fazê-las optarem por partos naturais. Os bebês e as mamães certamente se sentiriam melhores e mais próximos de sua Natureza. Diria a elas que escutassem o corpo, pois ele possibilita a experiência para o espírito, enquanto a mente registra essas impressões. Pediria ainda que confiassem, é um movimento entrelaçado e de perfeita Harmonia, é como a respiração, simplesmente acontece. Ainda que todos os partos fossem naturais, o que é uma grande vitória no processo evolutivo, restaria ainda um longo caminho pela frente, a criação em si. Nesta senda inevitável, surge uma dúvida – Sabemos receber a criação? Hoje em dia, com tantos artifícios para o que já foi simples e sublime, talves estejamos um tanto distantes da “Criação”. Quando chegamos neste corpo físico em forma de bebês, somos vistos como propriedade de quem nos trouxe “à vida”. As mentes adultas já impregnadas … Ver mais…

Equilíbrio ou Sucesso?

Escrito em: 12 de Março de 2010 por Gisele de Menezes

Quão difícil poderá ser, para uma pessoa da nossa sociedade, na plenitude do ano 2010, encontrar o caminho do equilíbrio? Quão difícil e caro também poderá ser o caminho do sucesso? Os Mestres da Paz de todos os tempos, em suas silenciosas, humildes e iluminadas aparições, deixaram claro que o caminho do equilíbrio é trilhado com a acurada observação da mente. Disseram também, complementando o mesmo entendimento, que a Verdade está em nossos corações, que deste Templo interno fala nossa Alma e que para escutá-La, precisamos de silêncio. E ainda, como sonoro exemplo, estes Mestres singelos em suas vestimentas e moderados ao se alimentarem, eram movidos por atitudes simples. Na sociedade em que vivemos, os mestres do “interessado” e atual sistema, são mestres barulhentos, soberbos, orgulhosos e brilhantes, mestres que estimulam seus seguidores a buscarem riquezas materiais, a ficarem atrativos, famosos, ligados e “eternamente jovens”. Eles vendem uma idéia de felicidade condicionada à importância da informação fabricada sobre “tudo o que acontece” a nossa volta e em volta do mundo da fama. A fama pode ser qualquer coisa que nos faça sentir importantes e melhores do que alguma coisa ou alguém. Segundo seus exemplos, devemos estar atualizados mesmo que o … Ver mais…

La Belle Verte

Escrito em: 28 de Julho de 2009 por Gisele de Menezes

Com Alegria coloco aqui no blog para todos os visitantes, o filme que pode despertar os dorminhocos, plugar os alienados e confortar os acordados! Em um tempo certo, a visão de seres evoluídos sobre o momento da humanidade, será sempre atual enquanto continuarmos nos matando. Até que possamos sobreviver no Planeta que subjugamos, ou até que acordados consigamos unidos dar um basta ao caos em que vivemos, muitos chamados estão sendo feitos. O chamado da própria Mãe Terra, ao mostrar-nos repetidamente que não passa bem e que nossas atitudes travessas já não podem continuar sem o severo castigo que já vislumbramos, é o canto derradeiro da morte tão necessária ao renascimento. É certo que renasceremos de qualquer forma por um Tempo de Harmonia! Logo depois da evolução, só nos resta involuir. Que cada ser humano possa fazer sua escolha e direcionar seu movimento para não perder o giro do movimento cósmico que envolve todos os corpos celestes. Após tantas comprovações científicas sobre questões basicamente naturais, penso que aos inteligentes não restam mais dúvidas. Certamente já fizeram suas escolhas. O filme abaixo lhe exigirá muito pouco tempo para o ganho que acrescentará. Se sentir um frio na barriga, indique aos Amigos … Ver mais…

A Chegada dos Kumaras

Escrito em: 12 de Maio de 2009 por Gisele de Menezes

Foi em uma bela manhã no alto das montanhas do Sul, que vi eles chegarem. Estava lá para um recolhimento. Sabia que era um momento especial para todo o Universo. Eles vieram através dos pássaros, da raposa, dos cogumelos, das maças, da carqueja do campo, das araucárias, dos pinos, do puma negro e das gralhas.   Cada uma destas espécies se manifesta em um ambiente adequado e tem sua mensagem de cura, tem parte importante no equilíbrio da Natureza.   A terra está secando! Esta foi a sentença que mais escutei pelos habitantes da região. O aspecto do lugar também mostrava isso. As cachoeiras estão com a água visivelmente escassa.   O lugar onde me encontrava, é belíssimo e já foi abundante. Em volta de toda a região, estão volumosas plantações de Pinos. Ao longe podemos ver as Araucárias, são os habitantes ancestrais daquele lugar. Algumas araucárias estavam com as pinhas prontas e as gralhas vinham bicar e logo lá do alto as pinhas se esparramavam dando alimento até para nós, seres de duas pernas. Em frente a pequena cabana onde estava abrigada, avistei um plantio simétrico de mudas de pinos e um bom lugar para sentar. Sentei-me entre as … Ver mais…

  1. Páginas:
  2. 1
  3. 2
  • Etiquetas