Arquivos da Tag: Mãe Terra

Índia Verdadeira

Escrito em: 24 de Abril de 2009 por Gisele de Menezes

Tenho recebido alguns PPS que procuram mostrar a Índia, afinal está na moda. São variadas apresentações, circulam pela internet  e como todos sabem, são montadas pelas mais diversas “cabeças”. Algumas apresentações falam de Tantra, outras retratam belezas, outras ainda a miséria e outras, a vida como ela é, mas o que fica claro é que as “cabeças” que montam as apresentações, são ocidentais. Penso que pode ser perigoso darmos crédito à visão ocidental sobre o Oriente.  Esta visão facilmente poderá estar atrelada à muitos conceitos rígidos e tera como agravante, a tradição de um povo colonizador e exterminador de culturas nativas. Sinto vontade de auxiliar aos leitores a fazerem uma reflexão. Desta característica ocidental um tanto prepotente, temos que admitir que tem ainda a falta de humildade para ver o outro em seu contexto diferente e respeitar isso. Ainda ontem, passeando pelo centro da cidade de Porto Alegre, passei em frente a Catedral e me demorei observando um afresco colorido e estampado bem na frente do imenso monumento religioso. A pintura traz a imagem de Maria sentada em um trono com o Filho no colo e alguns homens ao seu redor como a respeitar e admirar a “virgem”. Se um … Ver mais…

Trabalhando com os Espíritos Ancestrais

Escrito em: 1 de Outubro de 2008 por Gisele de Menezes

Sempre que recebo pessoas para um trabalho; individual ou de grupo, uma coisa curiosa acontece. Seja na chegada, no meio ou no final, de alguma forma, elas dão o depoimento de que se sentiram muito bem, ou que foi muito forte, ou ainda, dizem que ao chegarem, já sentem que existe ali um espaço onde a energia está circulando. Por força desse momento, as pessoas abrem seus corações e o que vieram buscar, acontece. Essa impressão, sensação, esse momento, costumo dizer que é por causa do “centramento” de energia que faço no local do trabalho, criando assim um ambiente propício para a cura. Também costumo fazer minhas práticas meditativas nesse centro. O local onde buscamos a espiritualidade, deve ser o mais limpo, leve e preservado possível. Deve ter uma boa iluminação, uma boa circulação de Ar, pode ser bem silencioso e de preferência próximo ou junto a Natureza. Passo aqui, para que seja aproveitado por qualquer pessoa bem intencionada, para que seja possível a qualquer um experimentar a força benéfica dos Espíritos da Natureza, a conexão com os Espíritos ancestrais, os cinco grandes elementos (Pancha Maha Bhutas). Ao Norte, temos os anciãos, antepassados, sabedoria e ação responsável. O futuro criado no … Ver mais…

Lave sua Roupa

Escrito em: 2 de Maio de 2008 por Gisele de Menezes

Esta é uma poderosa prática espiritual! Seu corpo você já sabe lavar, lava mecanicamente, e isso não ajuda em nada sua evolução, sua percepção e Presença. Mesmo que você se demore no banho, lamentavelmente desperdiçando muita água, freqüentemente costuma estar com a cabeça em outro lugar enquanto se esfrega, ou simplesmente, “relaxa” com a água quente. Os seres humanos são mestres na arte de estar aqui fisicamente mas não estar integralmente. Até sexo conseguem fazer pensando em algo que lhes estimulem, criando fantasias e artifícios com o objetivo de satisfazerem-se. Intrinsecamente buscamos um momento de absoluto vazio, onde os pensamentos não têm permissão para entrar e, se entrarem, serão como nuvens passando no céu, simplesmente passando. Este momento de satisfação sublime, de encontro com o Ser, está oculto em nossos anseios. A procura frenética por satisfação sem nada encontrar, é o resultado de nosso desconhecimento da plenitude. Não crie nada! Lave sua roupa! Com essa prática, ao perceber seus resíduos encardindo a roupa, você poderá entender que morre a cada instante. Se perceber que seu corpo descama, decompõe-se, então entenderá que a renovação, assim como a morte, é constante. Esse fluxo vital precisa de uma molécula de oxigênio, um momento … Ver mais…

Oração Essênia

Escrito em: 19 de Março de 2008 por Gisele de Menezes

“Abençoado seja o Filho da Luz que conhece sua Mãe Terra pois é ela a doadora da vida. Saibas que a sua Mãe Terra está em ti e tu estás Nela. Foi Ela quem te gerou e que te deu a vida e te deu este corpo que um dia tu lhe devolverás. Saibas que o sangue que corre nas tuas veias nasceu do sangue da tua Mãe Terra, o sangue Dela cai das nuvens, jorra do ventre Dela borbulha nos riachos das montanhas flui abundantemente nos rios das planícies. Saibas que o ar que respiras nasce da respiração da tua Mãe Terra, o alento Dela é o azul celeste das alturas do céu e os sussurros das folhas da floresta. Saibas que a dureza dos teus ossos foi criada dos ossos de tua Mãe Terra. Saibas que a maciez da tua carne nasceu da carne de tua Mãe Terra. A luz dos teus olhos, o alcance dos teus ouvidos nasceram das cores e dos sons da tua Mãe Terra que te rodeiam feito às ondas do mar cercando o peixinho. Como o ar tremelicante sustenta o pássaro em verdade te digo, tu és um com tua Mãe Terra. Ela … Ver mais…

  1. Páginas:
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  • Etiquetas