Todos os momentos na Teia

Escrito em: 4 de Abril de 2017 por Gisele de Menezes

É preciso soltar o momento, deixar que seja o que é, cada pessoa, cada momento. Cada um tem o “direito” de estar aonde está. Estamos aqui ou ali, porque assim é. Cada um pode, no momento de sua dor ou prazer, decidir sobre as atitudes a serem tomadas em sua própria caminhada. Na caminhada virão momentos bons, agradáveis, momentos de prazer e momentos difíceis, dolorosos e decadentes. O caminhante atento segue na “escolha” ou muda, ele é quem decide. Isso não é bom nem ruim, é somente o momento pelo qual se está passando. Entretanto é importante saber que a cada passo, cada ação, mesmo que não reflitamos sobre, momento a momento está sendo gerada uma reação (re ação, ou seja, retorno da ação). Por outro lado podemos, ao estarmos atentos à reflexão sobre o que está realmente acontecendo pois, tudo está acontecendo ao mesmo Tempo, acordar para a Magia de sermos mestres da Teia. Nossa realidade deixa de ser uma ilusão quando entendemos a Teia. A todo o instante estamos tocando Nela, somos Ela, fazemos parte Dela. Ela está vibrando e tocando todas as outras partes. Fazemos parte deste Todo. Estamos enredados! Temos algumas escolhas livres. Na verdade todas … Ver mais…

Participe do Blog: 1 Comentário

Tags:

De Volta para a Índia 2017

Escrito em: 25 de Dezembro de 2016 por Gisele de Menezes

Por mais que pareça um retorno, como o número mesmo diz, (2+0+1+7 = 10 = 1+0 =1) é um início! Pensando no que poderia deixar escrito para estes dias em que estarei no distante, sagrado e ancestral solo indiano, me demorei por aqui em meio a palavras, sentimentos, pensamentos, impressões e principalmente atenta à oportunidade que todos possuímos de escolher o que queremos imprimir, pensar, sentir – escrever. Refletindo sobre isto ou aquilo e não querendo querer, quase que não escrevo nada, quase que me recolho ao elevado direito de silenciar, quase que transcendo tantos detalhes que me fazem aqui estar e, não resistindo a vontade maior de existir, o que me faz diferente do outro e portanto orgulhosa – escrevo. Nos dias de hoje, em plena quinta dimensão no que diz respeito a comunicação e a facilidade de acessar um teclado ou uma câmera e aparecer, expressar, causar… Não posso deixar de constatar que esta facilidade é uma mostra de nosso poder de pensar e criar, querer e manifestar, plantar e colher e vou escrevendo assustada e atenta pois, diferente do que costumo escrever sobre alimentação, hábitos, meio ambiente e assuntos afins, hoje escrevo sobre mim – escrevendo. Escrevo porque afinal … Ver mais…

Participe do Blog: 7 Comentários

Tags:

A Tradição – o Ayurveda

Escrito em: 29 de Fevereiro de 2016 por Gisele de Menezes

O que é tradicional para um povo que monta sua cultura com influências de diversos povos e remonta um cenário multicultural? A pergunta acima quer chamar à reflexão sobre o momento de Agora no Brasil, ao que diz respeito ao Ayurveda – A Ciência da Vida! Esta ciência que por milhares de anos se mantém incorruptível, pois foi divinamente recebida. Pois bem, praticantes, estudiosos, terapeutas, médicos, agentes, apaixonados e diversas categorias profissionais somando muitos adeptos em todas as partes deste continente estão intentando regulamentar a profissão de Terapeuta Ayurveda no Brasil. Afinal o Ayurveda é generoso e está Aqui! Tudo está em curso e nossos mestres com reconhecimento e apoio internacional estão a frente deste ato. Em breve, enquanto uma grande comunidade, saberemos quais serão os próximos passos e até que saibamos, seguimos nossa prática diária. A prática diária, a forma como transitamos por ela é o que nos mantém ligados ao Ayurveda. Ayurveda não é um negócio, não é uma receita, não é uma religião. Ayurveda é um estilo de vida que nos exige fazer escolhas saudáveis abrindo mão de hábitos nocivos. Sobre hábitos nocivos podemos enumerar uma série, entretanto vou aqui colocar algumas práticas positivas, pois a proposta … Ver mais…

Participe do Blog: 2 Comentários

Tags:

Gisele de Menezes

Somos Guardiões do Simples e Saudável – Exigimos Respeito!

Escrito em: 23 de Janeiro de 2016 por Gisele de Menezes

Trabalho desde 1999, com uma massagem que tem sua origem na Índia. A partir do que recebi da Yoga Massagem da mestra indiana Kusum Modak, desenvolvi minha maneira de trabalhar e posteriormente ensinar, e ainda em 2005 dei o nome para meu trabalho de – Massagem Indiana por Gisele de Menezes – Já me manifestei sobre essa técnica em um post que pode ser lido neste link e também na primeira página da apostila que entrego somente às pessoas que fazem o curso comigo. As pessoas do ocidente que recebem de mim a massagem e quem agora pode ler este post, tem como referência última para acessarem a integridade da massagem ou do post, esta pessoa que escreve.   Eu sou a garantia do que faço e do que escrevo, portanto estejam atentos!   Há poucos dias fui procurada através de e-mail e posterior ligação telefônica, pela gerente de eventos e planejamentos de uma empresa muito famosa de produtos cosméticos. Vou aqui relatar o que aconteceu e os acordados que observem o que vai acontecer. Ainda antes de me comunicar através deste post, avisei meus alunos através de um grupo que mantemos secreto em um aplicativo, sobre este momento. Os … Ver mais…

Participe do Blog: 1 Comentário

Tags:

Quem está Feliz?

Escrito em: 5 de Dezembro de 2015 por Gisele de Menezes

A pergunta – quem está feliz? – é uma chave para a compreensão do Ser. Se buscamos felicidade é importante que saibamos que estamos nos afastando do Agora. Buscar é um esforço motivado por uma idéia de que algo deve ser atingido, conquistado, adquirido. O que estamos buscando provavelmente está fora do Agora. Ainda que sintamos imensa insatisfação, é importante saber quem está insatisfeito! Ao olhar para as sensações, emoções e pensamentos que estão guiando nossas vidas, novamente, caso estejamos felizes e não insatisfeitos, podemos sondar a pergunta – quem está feliz ou estaria feliz se…? Se fazemos a “pergunta chave”, estamos chamando a atenção ao Agora. Já é sabido que a única posse real que temos está no Agora. A felicidade está condicionada a algo, sim está, pois existe a infelicidade. Geralmente está condicionada a uma posse, à permanência de alguém, a uma conquista ou a algo que necessita esforço para que se mantenha e na realidade não está sob nenhum tipo de controle, porque é irreal e por sua vez – impermanente. Se o objeto da felicidade é passageiro, irreal, condicionado a algo, então a felicidade não é algo que deva ser buscado. Não devemos gastar energia com … Ver mais…

Participe do Blog: Deixe um comentário

Tags:

  1. Páginas:
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 6
  8. 7
  9. ...
  10. 25
  • Etiquetas