Meditação é a Chave!

Escrito em: 7 de Agosto de 2008 por Gisele de Menezes

A meditação é a chave que abre a porta.

Bata na porta e ela se abrirá.

Esta frase é como um sutra, pode-se meditar nela.

Temos que ir para a meditação sem nada esperar. Somente olhando para o que vier sem perder a conexão com a respiração. Se fizermos isso, iremos de encontro a um espaço vazio que fica logo depois da porta. Ao abrirmos a porta, perceberemos que, na verdade, este lugar está preenchido de nada. Nada é tudo, e é suficiente!

Se você fizer alguma respiração específica, por vezes será mais fácil, pois sua atenção ficará na respiração e a respiração tem o poder de por si só, ser o elo com o invisível, com o Verdadeiro.

A meditação é um excelente meio para a percepção clara. Perceber que somos preenchidos pelo que está fora, e que essa substância viva preenche igualmente todos os seres vivos, é compreender a individualidade como uma experiência – uma simples parte do Todo.

Somos as testemunhas de todas as possibilidades. O Sol, tão majestoso, somente sabe que é quente porque nós sentimos isso, porque sabemos isso e somos isso. Somos a consciência da manifestação.

A chave para abrir a porta é experimentar sem identificar-se. Isso é meditar.

Bem acomodados no espaço vazio, observando a respiração, podemos também observar as emoções brotando com os pensamentos que vão dançando neste espaço, como se assistíssemos a um filme. Como espectadores, podemos atingir facilmente um estado de Paz e liberdade!

Não podemos nos iludir achando que alguns dias desfrutando de algum luxo, nos proporcionará tal sensação de plenitude, porém, um instante com nós mesmos pode ser para a eternidade.

Desejo a você muita disciplina!

Boa Viagem!

AUM!

Resolva todos os seus problemas por meio da meditação. Sintonize-se com a ativa Orientação interior.

Lahiri Mahasaya

Saiba mais:

Tags:

3 comentários em: Meditação é a Chave!

  1. pedro: 9:30hs de 28 de Março de 2009

    Embora concorde com o artigo, parece-me que a respiração automaticamente não liga ao verdadeiro e também que o invisível tem vários níveis.
    Agora que ela pode acalmar a mente, as emoções e portanto permitir que a dado momento se faça mais luz dentro de nós, certamente que é uma experiência conhecida de todos.
    Quanto ao periodo em Yate, será que é ler Yate, o escritor esotérico de meados do séc. XX?
    È a primeira vez que por aqui passei, apreciei e segue esta saudação luminosa
    AUM Tat Sat. Avancemos então na verdade

    Responder
  2. Gisele de Menezes: 15:40hs de 22 de Abril de 2009

    Oi Pedro,

    Se posso acrescentar algo, diria que a Meditação é o ponto de atenção. É observando atentamente a respiração que vamos nos dando conta do Espírito. Se você inspira – está vivo, se retém – está com Deus, se expira – entrega e confia, se retém – morre. Ao acompanhar este movimento, podemos perceber que as coisas são como são e não como gostaríamos que fosse. Quando nos damos conta do plano superior, a humildade toma conta de nosso ser e ficamos mais amorosos com nós mesmos. Este é um caminho saudável e o Espírito precisa da casa saudável para ser contemplativo. “Ama teu próximo como a ti mesmo” Somente quem não tem Amor a vida pode não ser bom para um ser vivo, pode destruir seu próprio Lar.

    Portanto, a Meditação em si é maravilhosa e a técnica de observar a respiração é só um meio para acessar os benefícios desta prática.

    AUM!

    Responder
  3. lÚCIA medeiros: 9:33hs de 22 de Outubro de 2010

    😆 Olá! Muito Bom Texto! Vou tomar como um sinal: de ontem para hoje é a segunda vez que me mandam respirar!!!!!Obrigada!!!!

    Responder

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  • Etiquetas