Um contato

Escrito em: 9 de Abril de 2008 por Gisele de Menezes

E então Ágata falou para aquela mulher…

– Você é uma Sacerdotisa, precisa saber disso, tem sofrido porque não está consciente de seu papel. Você sabe o que é uma Sacerdotisa? Precisa retomar o poder da Grande Mãe, a glória da grande provedora da vida. Saiba que a Grande Mãe foi fecundada pelo Grande Espírito do Universo e que de tamanho Amor brotamos nós por aqui. Saiba também que perdemos nosso poder, porque ao longo das eras esquecemos a sacralidade de nossa existência ao nos identificarmos com a obra. O Grande Espírito que ama infinitamente a manifestação, está disponibilizando ajuda em forma de Luz de consciência – é hora de despertar – acrescentou Ágata, com docilidade.

– Todos sabiam disso em tempos pretéritos, agora irão resgatar a ancestralidade. Vocês mulheres, trarão o feminino sagrado de volta, resgatarão cada homem, filhos do Grande Espírito que trazem em si , a força e o instinto do preservador da vida. O homem de hoje está confuso, o sistema atual alimenta-se desta confusão e vos tira o prazer de viver. Roba-lhes a Paz de simplesmente ser!

Com voz tremula e os olhos mareados, continuou:

– Estamos em guerra, nosso Planeta sofre! Se o homem estiver encantado com o Amor da Deusa, enfeitiçado pela sua suavidade, receptividade, dedicação, doação, compaixão e compreensão; inebriado pelo doce sabor de uma fruta bem cuidada, estonteado pela singeleza de um olhar; este homem mudará o sistema, mudará o triste destino que parece assolar a Mãe. Ele terá forças para isso ao entrar em contato com a Deusa. Uma vez tocado o coração de um filho pela Grande Mãe; a qual já escutamos silenciosos quando adquiríamos forças para vir à vida, envoltos pela magia divina do ventre materno; ele reconhecerá em suas profundezas o Amor. E buscará a Paz!

– A força para o retorno brotará em todos os corações. A Grande Mãe será novamente reconhecida. Estes filhos não mais envenenarão os rios, por nada mudarão seus cursos, jamais encaparão o solo fértil ou recortarão a divina forma. Como o efeito mágico do toque de uma varinha de condão, a beleza brotará novamente e todos os seres estarão em harmonia!

…e assim, com um belo sorriso nos lábios, Ágata foi-se afastando e, antes de sumir envolta pela névoa do templo, acrescentou:

– Cada mulher uma Sacerdotisa, cada homem um bravo filho da Grande Mãe na manifestação do infinito Amor do Grande Espírito.

– Om Tat Sat!

 

Saiba mais:

Tags:

2 comentários em: Um contato

  1. Sandra Ramalho: 17:25hs de 16 de Abril de 2008

    Amei o texto me foi tocando, por razões muito especial.

    Responder
  2. Tamara Martensem: 10:01hs de 17 de Abril de 2008

    Estamos anestesiados por Maya e a consciência adormecida precisa despertar URGENTE.

    Responder

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  • Etiquetas