Arquivos da Tag: Paz

Massagem Indiana em Florianópolis

Escrito em: 3 de Fevereiro de 2010 por Gisele de Menezes

Namastê Amigos, Abaixo estão algumas fotos e as manifestações do curso de 30 horas em Florianópolis, dezembro 2009/janeiro 2010. Oi Gi, OM NAMAH SHIVAYA! Estou num estado de felicidade, como se algo dentro de mim estivesse querendo renascer entende, algo que foi apagado por um tempo e estivesse tendo vida novamente, isso me traz alegria na maior parte do tempo, e em alguns momentos, ainda tenho vontade de chorar e com medo que faz o corpo doer isso é confuso. Acordei hoje com pensamentos mais harmônicos que a muito eu não tinha, minha respiração, consigo senti-la, ainda curta, mas com desejo de liberá-la. Ainda não sei como fazer, mas já existe a intenção. As pessoas hoje no meu trabalho me sentiram mais feliz como se estivesse irradiando isso para todos a minha volta, é que cheguei sorrindo no trabalho.Sabe quando de repente alguém intui você a mergulhar para dentro? Estou neste estado e precisava te dizer isso, é tão bom! Gostaria de sentir esta felicidade pra sempre, tenho medo de acabar, de gastar. Sabe? Você imagina o que faz na vida das pessoas? Sabe quando alguém está perdido ou longe da luz e você mostra o caminho? Acende uma luz? É isso, eu estou em um momento muito … Ver mais…

La Belle Verte

Escrito em: 28 de Julho de 2009 por Gisele de Menezes

Com Alegria coloco aqui no blog para todos os visitantes, o filme que pode despertar os dorminhocos, plugar os alienados e confortar os acordados! Em um tempo certo, a visão de seres evoluídos sobre o momento da humanidade, será sempre atual enquanto continuarmos nos matando. Até que possamos sobreviver no Planeta que subjugamos, ou até que acordados consigamos unidos dar um basta ao caos em que vivemos, muitos chamados estão sendo feitos. O chamado da própria Mãe Terra, ao mostrar-nos repetidamente que não passa bem e que nossas atitudes travessas já não podem continuar sem o severo castigo que já vislumbramos, é o canto derradeiro da morte tão necessária ao renascimento. É certo que renasceremos de qualquer forma por um Tempo de Harmonia! Logo depois da evolução, só nos resta involuir. Que cada ser humano possa fazer sua escolha e direcionar seu movimento para não perder o giro do movimento cósmico que envolve todos os corpos celestes. Após tantas comprovações científicas sobre questões basicamente naturais, penso que aos inteligentes não restam mais dúvidas. Certamente já fizeram suas escolhas. O filme abaixo lhe exigirá muito pouco tempo para o ganho que acrescentará. Se sentir um frio na barriga, indique aos Amigos … Ver mais…

Índia Verdadeira

Escrito em: 24 de Abril de 2009 por Gisele de Menezes

Tenho recebido alguns PPS que procuram mostrar a Índia, afinal está na moda. São variadas apresentações, circulam pela internet  e como todos sabem, são montadas pelas mais diversas “cabeças”. Algumas apresentações falam de Tantra, outras retratam belezas, outras ainda a miséria e outras, a vida como ela é, mas o que fica claro é que as “cabeças” que montam as apresentações, são ocidentais. Penso que pode ser perigoso darmos crédito à visão ocidental sobre o Oriente.  Esta visão facilmente poderá estar atrelada à muitos conceitos rígidos e tera como agravante, a tradição de um povo colonizador e exterminador de culturas nativas. Sinto vontade de auxiliar aos leitores a fazerem uma reflexão. Desta característica ocidental um tanto prepotente, temos que admitir que tem ainda a falta de humildade para ver o outro em seu contexto diferente e respeitar isso. Ainda ontem, passeando pelo centro da cidade de Porto Alegre, passei em frente a Catedral e me demorei observando um afresco colorido e estampado bem na frente do imenso monumento religioso. A pintura traz a imagem de Maria sentada em um trono com o Filho no colo e alguns homens ao seu redor como a respeitar e admirar a “virgem”. Se um … Ver mais…

Livre-Arbítrio

Escrito em: 11 de Janeiro de 2009 por Gisele de Menezes

Quando trilhamos um caminho um pouco diferente do “normal”, começam a acontecer coisas diferentes do “normal”, óbvio. Em um belo dia, olho para a televisão e vejo-a como um trambolho dentro de nossa pequena casa. A casa que ocupávamos naquela época de grandes mudanças mais parecia uma casinha de bonecas, situada na beira do mar de dentro da ilha de Florianópolis. Era um momento de restrições financeiras e manter a televisão com uma imagem razoável acarretava em excessiva despesa. De qualquer forma, a televisão que tínhamos era herança de uma vida deixada para trás, onde a casa que habitamos era grande o suficiente para comportar aquele tamanho de televisão. Não tendo muita opção dentro de casa, desconectei o aparelho da tomada, coloquei um pano colorido sobre a televisão e usei-a como porta tarecos. Que alívio! Menos uma conta e menos gasto de energia elétrica. Naquela época achei que estes benefícios já seriam suficientes para manter o aparelho desligado por um tempo. Sequer imaginava todas as dádivas que nos aguardavam um pouco além da telinha. Fizemos uma reunião, eu e os pequenos moradores e avaliamos o momento como passageiro. Pensamos em opções para suprir qualquer carência advinda da falta da televisão. … Ver mais…

A Miséria é Humana

Escrito em: 2 de Dezembro de 2008 por Gisele de Menezes

Quando alguma situação terrível se apresenta, é comum ouvirmos alguém falar que é desumano, que uma “coisa dessas” não é humana. Eu ouso perguntar… Que outra espécie se mostra gananciosa, indiferente, cruel, esganada, assassina, corrupta, ladra, imoral, pedófila, avarenta, maldosa, imprudente e além de tudo isso, orgulhosa? Coloquei abaixo um texto que recebi por e-mail e não sei de quem é, mas certamente foi escrito por um ser humano que não está orgulhoso com sua espécie.   ” ……….. sabem aquelas fotos de crianças desnutridas que são mostradas no Discovery Channel, na National Geographic, nos concursos de foto. Algumas viraram até objetos de arte, em livros de fotógrafos renomados. São imagens de miséria que comovem. São imagens que criam plataformas de governo. Criam ONGs. Criam entidades. Criam movimentos sociais. A miséria pelo mundo, seja em Uganda ou no Ceará, na Índia ou em Bogotá sensibiliza. Ano após ano, discutiu-se o que fazer. Anos de pressão para sensibilizar uma infinidade de líderes que se sucederam nas nações mais poderosas do planeta. Algumas Ong´s dizem que 40 bilhões de dólares seriam necessários para resolver o problema da fome no mundo. Extinguir. Não haveria mais nenhum menininho terrivelmente magro e sem futuro, em … Ver mais…

  1. Páginas:
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  • Etiquetas