Bandeira da Paz – Ano Novo Maia – dia-fora-do-tempo

Escrito em: 11 de Fevereiro de 2012 por Gisele de Menezes

Todas as fotos 877

Todas as fotos 876

 

 

Passado, Presente e Futuro, guardados pelo círculo da Eternidade. Religião, Arte e Ciência, protegidos pelo círculo da Cultura.

Estar no Oriente e a cada dia interagir com a cultura local, me faz pensar sobre: Onde é o Oriente? Se o povo do Norte do Oriente como os mongois ou ladaks são tão iguais ao povo do Ocidente como os índios americanos ou os bolivianos, então onde aconteceu a separação?

Nossa idéia de separação é mais desastrosa do que podemos imaginar. No Oriente, ao conviver com muçulmanos, hindus, budistas e ladaks, ao escutar seus cânticos e sentir Amor em todas as crenças, sempre lembrava da Bandeira da Paz. Ficava extasiada ao escutar o canto que saia das mesquitas muçulmanas em vários horários do dia e noite.  O som dos gonpas tibetanos é igualmente divino e se parece muito com o som dos xamãs da Sibéria. Enfim, todos cantam a “boa nova”, todos acreditam em dias melhores, todos sofrem com este final de ciclo tão escuro e cheio de medos.

Poderíamos estar unidos! Poderia a Bandeira da Paz cumprir sua função de proteger todas as Artes, Religiões e Culturas! Mas uma bandeira pode apenas lembrar os homens. E por que os homens estão esquecidos?

Deus é Vontade e Criação, está em todas as partes, É tudo! Jesus falou desta onipresença,  falou que temos em nós, em nossos corações, a chama desta Verdade. Buda ensinou o caminho para dentro, para o encontro com esta força. Maomé falou da presença de Alah em todoas as coisas. Os xamãs falam do poder em nós, da cura ao nosso alcance. Os Maias conheciam os ciclos da Terra e do Cosmos, o Tempo Natural, a viagem espiralada pelo Cosmos. A Espiral da Vida sempre Presente! Então…

Por que ainda permanecemos separados? Talvez se revessemos nossos conceitos de Tempo pudessemos sair deste “disco arranhado” onde a história parece se repetir.

Hoje, olhamos para o holocausto da segunda guerra e achamos tudo horrível, mas  Agora, os palestinos vivem um holocausto, os japoneses se suicidam em massa, a vida marinha perece no Golfo. Será que vamos ter um futuro para lamentar o que acontece Agora? Será que nossa maneira de entender o Tempo nos faz ficar cruéis? Quem determinou esta divisão do sagrado Tempo em doze meses com horas de sessenta minutos? Será que a intenção era de Paz? Por que ainda estamos marcando este tempo estressante que não respeita os rítmos biológicos?

Temos um mapa temporal perfeito! O movimento pela Paz pode nos ajudar a navegar no Tempo Natural. Falo do movimento de mudança do entendimento do Tempo, o sincronário de 13 Luas de 28 dias. Temos também um Módulo Harmônico, o TZOLKIN, o calendario sagrado dos Maias que de forma sincrônica se harmoniza com o Tempo cíclico. Os Maias, irmãos ancestrais, gente das estrelas como nós, deixaram um conhecimento sideral para ser entendido pela nossa sofrida civilização. Eles deixaram a contagem dos ciclos cósmicos. Vários cíclos encerram agora em 21 de dezembro de 2012. Saiba mais no site Sincronário da Paz!

Com essa ferramenta de contagem Natural do Tempo, podemos seguir os ciclos da Terra harmonizados com o Cosmos e ganhar o nosso Verdadeiro Tempo.

Se o Tempo é a atmosfera de nossa Mente, é importante que entendamos o Tempo com clareza.

Tempo é Arte! No sincronário dos Maias os ciclos são Harmônicos. No Tun Uk, um dos calendários usados por eles, conta-se 13 meses perfeitos de 28 dias e um dia-fora-do-tempo. Este dia de sincronização corresponde ao dia 25 de julho no calendário gregoriano – o dia verde. Pode ser comemorado com ações pacíficas e eventos artísticos. No dia 26 de julho, entramos no primeiro dia do ano novo Maia, um novo ciclo solar.

O Planeta que habitamos é nossa nave, nossa única possibilidade de estar Aqui e Agora. Aqui somos  as testemunhas da Criação. Esta condição de testemunhas da criação  está comprometida pela nossa ignorante desconexão.

Muitos guerreiros da Luz trabalham para resgatar nosso curso, um exemplo de trabalho manifestado em Arte é o de Nicholas Roerich. Ele canalizou e pintou a Bandeira da Paz e foi lider de um movimento pela Espiritualidade, Cultura e Paz em sua época. Hoje mais de 60 países já assinaram o Pacto Roerich pela Paz. Você conhece este Pacto internacional? Saiba mais aqui.

Se usarmos o dia 25 de julho, dia-fora-do-tempo, para desconectar do relógio mecânico e brincar, meditar, fazer Arte, jejum e recordar o ” Tempo Inteiro” que somos criação; e ainda, se testemunharmos a delícia da Vida para o Criador em nós; talvez consigamos nos conectar com os ciclos naturais da Mãe Terra e assim abrir espaço para a ajuda que vem dos antepassados e da gente das estrelas.

Funda teu caráter na ginástica e tua Alma na música. Platão.

“Que a grande Luz brilhe e que a Verdade nos permita olhar de frente para
Ela!”

Tags:

6 comentários em: Bandeira da Paz – Ano Novo Maia – dia-fora-do-tempo

  1. Bárbara: 20:11hs de 12 de Setembro de 2009

    Adorei o texto!
    parabéns!!!

    Responder
    • LORENA VINDEL: 20:41hs de 28 de Junho de 2012

      GRACIAS

      Responder
  2. estela: 14:49hs de 17 de Maio de 2010

    olá!
    realmente, nesse tempo em que precisamos estar unidos, nada melhor do que compartilhar com a bela energia das tuas palavras e a idéia canalizada…
    paz, luz e acima de tudo amor…

    Responder
  3. Andre: 18:42hs de 22 de Julho de 2010

    Grato por compartilhar esta visão e inspiração.
    Felicitações.

    Responder
  4. Dalva: 23:26hs de 22 de Julho de 2010

    Gisele, estou orgulhosa sobre teus comentários, tenho conciência que pouco estou fazendo, mas, sei que muitas pessoas estão nesta incubencia de melhorar nossa Mãe Terra, agradeço a todos de coração , e mentalmente estarei unindo meus pensamentos com meus irmãos em Cristo. Que nosso Pai Maior nos proteja, e perdoe todo este mal que estamos fazendo a tudo e a todos.Que Cristo nos de proteção.Que a Humanidade consiga realmente amar ao próximo como a si mesmo, este é o maior mandamento que nos foi deixado, e tem sido esquecido pela grande maioria. Paz, Amor e Harmonia para todos nós.

    Responder
  5. joao paulo: 13:24hs de 28 de Julho de 2010

    eu adorei esse texto e muito legal e interesante 😈 😛 😎

    Responder

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados com *

  • Etiquetas